Páginas

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Intolerância Religiosa



A Intolerância Religiosa no Brasil não é um faro novo, a muito o candomblé foi e é tratado como caso de policia. Os Ylês eram invadidos a cavalo e as cerimônias interrompidas, os sacerdotes e sacerdotisas presos.
Atualmente são as igrejas pentecostais e neo-pentecostais que elegeram uma cruzada contra o demônio a sua razão de existir, e foram encontrar este demônio nas religiões de matriz africana, no caso o candomblé e a umbanda; nesta cruzada “santa” baba e yalorixás já foram mortos; como o que a yalorixá teve sua imagem publicada no jornal da Igreja Universal do Reino de Deus após ter seu terreiro invadido por membros da mesma. Feira de Santana também não fica atrás na intolerância religiosa, não é difícil nos deparamos com alguma piadinha racista envolvendo o candomblé, ou mesmo comentários de algum radialista conhecido contra a forma de realização do culto afro – descendente, na situação em questão a forma como e onde são arriados os Ebòs. Ainda a as tentativas de invasões de terreiros por grupos de evangélicos; no Rio de Janeiro os evangélicos encontraram uma nova forma de combater o demônio, estão alistando ao exercito do senhor Jesus os soldados do trafico de drogas que por sua vez “convidam” os adeptos das religiões de matriz africana (umbanda e candomblé) a se retirarem, pois o morro pertence a Jesus.
Imaginem se esta moda pegar? Aqui em Feira um cantor gospel fundamentalista já deu seu apoio ao candidato a prefeito pelo atual governo Tarcisio Pimenta, que é conhecido por distribuir favores médicos a população pobre e em especial as mulheres, ai encontraremos alguns adeptos de alguma das linhas da religião de matriz africana votando no fundamentalismo, num antropofagismo da religião, enquanto a FENACAB nada faz em nossa cidade; parece estar mais preocupada em receber mensalmente as contribuições dos terreiros que em fazer algo e discutir a religião e sua prática. É necessário soluções imediatas, pois chegará a hora em que as vítimas começarão a se revoltar e passarão a reagir, se já não passou há hora desta reação.

Um filho de Xangô com a proteção de Exú

Um comentário:

  1. Vai nesse blog aeh, muito bom.

    http://compartilhe-candomble-mp3.blogspot.com/

    ResponderExcluir